Economia Em Uma Única Lição de Henry Hazlitt – Cap. 9

O capítulo nove do livro “Economia em uma Única Lição” de Henry Hazlitt, intitulado “A Dispersão de Tropas e Burocratas”, aborda a ideia de que a redução dos gastos do governo pode ajudar a melhorar a economia.

Hazlitt começa explicando que muitas vezes se argumenta que os gastos do governo são bons para a economia, pois criam empregos e estimulam o crescimento. No entanto, Hazlitt argumenta que essa visão é limitada e não leva em consideração o que acontece com o dinheiro que é tomado do setor privado para financiar esses gastos.

Hazlitt explica que quando o governo gasta dinheiro em tropas e burocratas, ele está retirando recursos do setor privado, que poderiam ser utilizados para investimentos e outras atividades produtivas. Além disso, ele argumenta que a presença do governo em setores onde ele não é necessário, como em empresas estatais, pode levar a ineficiência e desperdício de recursos.

Hazlitt afirma que quando o governo reduz seus gastos, isso libera recursos para o setor privado, permitindo que empresas invistam em novos produtos e serviços e criem empregos. Ele argumenta que a redução dos gastos do governo não significa necessariamente que haverá menos empregos, mas sim que o dinheiro será direcionado para atividades mais produtivas e eficientes.

“O País não só se sentirá melhor sem os funcionários supérfluos, do que se os tivesse mantido, como ficará em melhores condições, pois os funcionários precisarão procurar empregos particulares ou estabelecer-se por conta própria. E o poder aquisitivo dos contribuintes, assim acrescido, conforme notamos no caso dos soldados, encorajará isto. Mas os funcionários só poderão trabalhar em empregos privados, se oferecerem serviços equivalentes a quem os empregar— ou, melhor, aos fregueses dos empregadores que lhes derem emprego. Em vez de serem parasitas, tornam-se homens e mulheres produtivos”

Henry Hazlitt

O autor também discute a importância de se equilibrar o orçamento do governo, afirmando que o aumento dos déficits pode levar a uma alta inflação e a uma desvalorização da moeda. Além disso, ele destaca que a alta dívida governamental pode levar a uma perda de confiança dos investidores e a um aumento das taxas de juros.

Por fim, Hazlitt argumenta que a redução dos gastos do governo não significa necessariamente cortes em programas sociais importantes, mas sim uma alocação mais eficiente dos recursos. Ele destaca a importância de se avaliar cuidadosamente os gastos do governo e priorizar as atividades que geram mais benefícios para a economia como um todo.

Em resumo, o capítulo nove de “Economia em uma Única Lição” de Henry Hazlitt mostra que a redução dos gastos do governo pode ajudar a melhorar a economia ao liberar recursos para o setor privado. Hazlitt argumenta que é importante avaliar cuidadosamente os gastos do governo e priorizar as atividades mais eficientes e produtivas.

O livro está à venda na Amazon:

https://amzn.to/40tpuZs

Postagens Relacionadas

  • 1
  • 2